Especialista conta que isolamento social pode desencadear estado de ansiedade permanente

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o Brasil como líder em volume de pessoas ansiosas do mundo, com 18,6 milhões de brasileiros. O período de quarentena por pandemia de coronavírus pode contribuir para agravar ainda mais o cenário, desencadeando um estado de estresse e ansiedade permanentes que podem fragilizar o sistema imunológico e debilitar o equilíbrio mental.

Especialista conta que isolamento social pode desencadear estado de ansiedade permanente.

Saúde mental na quarentena

Mantenha a calma
Para manter a calma, procure entender o assunto à fundo por meio de canais seguros e evite ficar pensando sobre o tema durante o dia. Mantenha uma rotina ativa e saudável e lembre-se de que a situação, além de passageira, vai contribuir para o progresso científico, médico e intelectual.

Lembre-se de que seu esforço contribui para o bem coletivo
Em primeiro lugar, é importante ter em mente que seu esforço pessoal impede que um número ainda maior de pessoas se contagie com o vírus. O isolamento é importante para quem apresenta ou não sintomas da doença, afinal, o quadro pode ser assintomático ou pode demorar para que se manifeste. A quarentena pode interromper a propagação da pandemia e salvar vidas.

Apoie-se na tecnologia
A tecnologia é uma grande aliada para o equilíbrio da saúde mental durante a quarentena. Aproveite as redes sociais para manter contato com familiares, amigos e colegas de trabalho. Por mais que o contato pessoal não seja possível, ligações e vídeo chamadas podem facilitar as relações e amenizar os impactos da distância. Além disso, é possível encontrar filmes, séries, livros e jogos gratuitos voltados para diversas faixas etárias.

Mantenha-se ativo
Apesar da tecnologia ser uma aliada, evite desenvolver uma rotina sedentária. Procure formas de fazer atividades físicas dentro de casa. Planeje um cronograma com alguns exercícios que podem ser feitos até mesmo com sacos de alimentos, por exemplo. Atividades manuais estimulantes, como artesanato e gastronomia, também são boas alternativas.

Estabeleça horários e se mantenha informado por canais confiáveis
De acordo com Karina, é importante que em um momento como esse, todos tenham acesso à informação correta proveniente de canais oficiais, como o do Ministério da Saúde, para evitar o pânico. Acompanhar informações de outros países também pode agravar a situação de maneira equivocada, já que estamos falando sobre um vírus novo, que pode se adaptar de formas distintas ao redor do mundo”.